Como abrir uma Startup: começando da forma correta

Tempo de leitura: 2 minutos

Abrir o próprio negócio é o sonho de muitos brasileiros, não são poucos os que se arriscam nesse cenário incerto, predatório e recheado de fracassos. E quando se trata de como abrir uma Startup, a situação se torna ainda mais confusa para um empreendedor iniciante.

Na atual situação econômica e política brasileira, é de se admirar as pessoas que lançam mão de uma ideia ou habilidade para se tornarem empreendedores, ingressando no competitivo mercado e, por vezes, abdicando de uma carreira mais sólida, estável e linear.

Contudo, o ímpeto corajoso do pequeno empreendedor desenvolve uma cegueira – muitas vezes “consciente” – para riscos potenciais e concretos que circundam a atividade empresarial, os quais podem comprometer, a curto, médio ou longo prazo, uma ideia brilhante e uma estratégia de negócio com possibilidade de êxito.

Pensando nisso, listamos a seguir os 5  pontos principais para servir como ponto de partida para você começar sua Startup da forma correta:

Sócios

Vai ter sócios na empreitada? A primeira coisa a se fazer é definir e formalizar por escrito todos os direitos, deveres e obrigações de cada um dos sócios. Na nossa experiência, as disputas entre sócios são um dos principais fatores que levam à startup ao fracasso.

Marca

Pensou numa marca f@d#? Registre logo no INPI! Já vimos vários casos de startups perderem sua marca após a construção de todo o processo de branding pelo simples fato de não ter o registro. Por conta disso, é extremante importante se preocupar o quanto antes com o registro da sua marca.

Funcionários

Vai contratar um funcionário? Fique atento às obrigações trabalhistas! O acúmulo de obrigações trabalhistas não pagas pode carretar um grande impacto financeiro no futuro.

Tributos

Faça um planejamento tributário! Questões como regime tributário inapropriado, desconhecimento/descumprimento de obrigações tributárias, entre outros, podem causar sérios prejuízos ao seu negócio.

Cliente

Busque saber toda a legislação referentes ao consumidor do seu tipo de negócio. O descumprimento de diretos do consumidor podem gerar processos, fiscalizações, multas e, principalmente, pode ferir seriamente a imagem da sua empresa.


Todos os itens listados acima representam de forma resumida e singela uma fração dos obstáculos enfrentados pelos novos empreendedores, não sendo muito complicado perceber os riscos e danos que tais dificuldades podem ocasionar.

Agora que você já tem os pontos principais para começar sua Startup corretamente, que tal conferir 7 cuidados jurídicos básicos que você já pode iniciar imediatamente na sua empresa?

Tem mais alguma dúvida sobre como abrir seu negócio? Deixe um comentário com sua dúvida que iremos ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *