Criando uma marca: o que saber sobre os tipos de marcas

Tempo de leitura: 4 minutos

Fixado como o marco zero no processo de criação de uma marca, o serviço de naming, que em termos mais simples pode ser entendido como o processo de escolha de uma expressão, que será o nome que identificará uma marca, realizado por empresas e profissionais capacitados, ocasionalmente não é realizado com os devidos cuidados em relação ao direito marcário, como por exemplo não se encaixar num dos tipos de marcas possíveis.

Mas você sabe quais são os tipos de marca?

Ao contrário do que muitas vezes é propagada de forma generalizada, porém não incorreta (veja nosso artigo “Tipos de Marca e Importância”), a classificação “tipos de marca” se refere a expressão escolhida para ser utilizada como nome da marca, ser enquadrada como:

  • Evocativa;
  • Descritiva;
  • Arbitrária/Fantasiosa.

Mas o que quer dizer cada um desses? Continue lendo o artigo logo abaixo para entender cada um dos tipos de marcas.

Marca Evocativa

A marca evocativa é aquela comum as atividades que serão prestadas pela marca, ou seja, o nome tem ligação profunda com os produtos ou serviços que a marca irá realizar (ex: “Doutor Saúde” para serviços relacionados a atendimento médico).

Neste sentido, este tipo de marca tende a ser de uso comum ao dia a dia no cotidiano da atividade que será realizada, resultando em dificuldades na sua proteção.

De fato, quando uma marca considerada evocativa é deferida pelo INPI, o titular conta com um grato registro, podendo ser de grande valia, porém as taxas de conversão, nesses casos, de pedido de registro para registro são baixíssimas.

Marca Descritiva

A marca descritiva é aquela cujo nome descreve, literalmente, as atividades que serão prestadas pela marca (ex: “Comércio de Sapatos” para sinalizar a comercialização de calçados).

Nesses casos as chances de deferimento são quase nulas, e caso sejam alcançadas, será muito difícil, manter a diligência contra uso indevido por terceiros.

Marca Arbitrária

A marca arbitrária/fantasiosa tem origem na utilização de um nome comum de certa área em outra completamente distinta, com atividades distintas, deve ser incluído nesta categoria as marcas inventadas, ou seja, sem qualquer ligação com setores pré-existentes.

Esse tipo de marca é o elencado como um dos mais indicados e dos mais fortes sob a ótica do direito marcário.

A Marca arbitrária é aquela expressão que já existe mas aplicada a outro setor enquanto a fantasiosa é uma expressão nova.

Mas qual dos tipos de marcas é ideal para minha empresa?

Neste ponto, vale a seguinte reflexão, as marcas evocativas e descritivas são consideradas marcas “fracas”, pois tendem a ter um grande número de marcas conflitantes no mercado, além de, dependendo do caso, ir de encontro diretamente com o art. 124 da Lei de Propriedade Industrial (LPI).

Por outro lado, as marcas tidas como “fracas” exigem menos esforços com marketing, justamente por passarem a ideia ou, de fato, descreverem as atividades que estarão prestando, assim o consumidor sempre terá facilidade em encontrá-las.

As marcas tidas como “fortes”, nessa gama se incluem as marcas arbitrárias/fantasiosas, por serem mais criativas e originais, tendem a ter mais chances de deferimento no momento do registro, sem oposições de terceiros, e sem maiores problemas administrativos junto ao INPI.  Porém, terão que investir mais em marketing, tendo em vista o nome nem sempre estar ligado às atividades prestadas pela marca, assim dificultando aos consumidores terem ciência dos produtos e/ou serviços prestados.

Conclusão

Perante o que foi explicado porém não esgotado, deve ser observado que o profissional (ou você mesmo) quando for realizar o processo de naming da sua marca, deverá estar atento, incialmente, dentre outros fatores, aos tipos de marca, para que assim possa criar, de acordo com a estratégia de negócios adotada, uma marca forte, que traga distintividade e originalidade aos serviços que serão prestados por você no mercado, sendo certo que também deverão ser avaliados os prós e contras de cada tipo.

Caso queira conhecer mais, sobre os tipos de marcas e outros assuntos ligados à marcas, acesse nosso artigo sobre Tipos de Marca e sua Importância.

Se tiver alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário ou mande um email para gente para contato@fcmlaw.com.br. Ficaremos muito felizes em ajudar você.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *