RockYou2021: o que é e como pode te afetar.

Tempo de leitura: 2 minutos

RockYou2021: o que é e como pode te afetar.
RockYou2021: o que é e como pode te afetar.

Aconteceu, no último dia 7, o que vem sendo considerado o maior vazamento de senhas da história da internet. Um arquivo de texto com mais de 100GB foi compartilhado em um fórum hacker. Ao abri-lo, era possível acessar mais de 8,4 bilhões de senhas de usuários de todo o mundo.  

O arquivo seria uma compilação de dados vazados ao longo de anos. As senhas disponibilizadas têm entre seis e 20 caracteres, sem os espaços em branco. O evento foi denominado “RockYou2021”, em referência ao incidente ocorrido em 2009 chamado RockYou, onde 32 milhões de senhas foram expostas. 

Embora não tenha sido disponibilizado nesse arquivo os dados de login adicionais, como e-mail ou nome de usuário, o cruzamento das senhas com informações disponíveis em bancos de dados vazados anteriormente pode permitir que seja criado uma espécie de dicionário de acesso, abrindo caminho para aplicação de golpes. O risco aumenta ainda mais caso o usuário utilize a mesma senha para acessar vários serviços, pois, ao conseguir acesso à um deles, criminosos podem tomar controle sobre boa parte da vida pessoal de uma vítima. 

Como o vazamento ocorreu em escala mundial, todos nós estamos sujeitos à riscos, portanto, devemos tomar alguns cuidados. Seguem algumas dicas básicas que podem te salvar caso você tenha sido uma das vítimas: 

  1. Utilize ferramentas para descobrir se sua senha foi vazada. O site CyberNews, especializado em cibersegurança e responsável por noticiar o vazamento em primeira mão oferece esse serviço. 
  2. Ative a autenticação em dois fatores sempre que a função estiver disponível. Ao ativar a função, além da senha, será necessária a inclusão de um código adicional para fazer login em um serviço. 
  3. Troque suas senhas periodicamente. Com isso, caso sua senha antiga esteja em bancos de dados vazados, sua conta não sofrerá com acessos mal intencionados. 
  4. Não clique em links suspeitos ou faça download de anexos de fontes desconhecidas. Dessa forma você diminuirá consideravelmente a chance de ser vítima de um ataque phishing.  

Além desses cuidados, é essencial que se verifique os acessos realizados à sua conta e, caso haja um acesso não reconhecido, o problema seja reportado imediatamente. Entre em contato com uma equipe de assessoria jurídica de confiança para ter mais informações sobre proteção e segurança de dados.

Acompanhe o Fcmlaw nas redes!
http://fcmlaw.com.br/​​
https://bit.ly/podcast-fcmlaw/
http://instagram.com/fcmlaw/​
https://parceirolegal.fcmlaw.com.br/​​
https://www.facebook.com/fcmlaw/​​
https://www.linkedin.com/company/fcmadvogados/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *